Rede ParceriaBlog.

Marketing Humanizado: conheça a estratégia do momento

O marketing humanizado é  a melhor estratégia para implantar na sua empresa simplesmente por investir no relacionamento com o cliente através de conversas reais, verdadeiras, gentis, divertidas e empáticas. Afinal, as marcas que se preocuparam em “quebrar a quarta parede” e se aproximar dos consumidores conquistam resultados animadores. Agora, você sabe a melhor maneira de aplicar essa estratégia? Não se preocupe, nós vamos esclarecer para você neste post.

Três pilares: ética, empatia e emoção

A base para um marketing humanizado é mostrar que existe um ser humano atrás da tela do computador, entende? Como nós estamos rodeados pelo mundo online, esquecemos que quem manipula, controla e administra páginas na web também é uma pessoa que possui sentimentos, família, história e que se estressa com a rotina igualzinho a gente. Não importa a empresa, sempre tem uma pessoa por trás que coloca tudo para funcionar.

Então, como um e-commerce, um negócio físico, um serviço se posiciona? Como todas essas empresas colocam o rosto à vista e olham no olho do consumidor? Através dos três pilares:  ética, empatia e emoção. Vamos ver como cada um se encaixa no dia a dia.

1. Mantenha a ética em todos os momentos

Marketing Humanizado Ética

A sua reputação depende da ética – afinal, são os princípios morais aceitos pela sociedade que estão em jogo. Se você mentir, enganar ou dissimular o consumidor, ele com certeza vai expor sua insatisfação no Reclame Aqui ou em qualquer rede social para mostrar quão infeliz está com a marca. Agora nos diga: quem vai comprar da sua empresa sabendo que pode ser enganado? A ética é a força motriz da confiança, sendo assim, estabeleça-a como cultura empresarial.

Uma dica muito válida é mostrar nas redes sociais como funciona todo o processo interno, ou seja, exponha o local que recebe o pedido e para onde vai, como as pessoas cuidam do produto que está sendo embalado e evidencie o cuidado com cada detalhe.

Desde cheirinhos dentro da caixa até as fitinhas da embalagem externa – tudo isso importa. Agora, se sua empresa trata as embalagens como as malas de viagens internacionais são tratadas, vamos repensar no processo!

A parte mais importante é com a experiência do consumidor ou como o mercado tem chamado, Customer Experience. Afinal,  experiência tem muita relevância já que eles viram nas redes sociais que sua empresa é íntegra e cuidadosa, entre outras inúmeras qualidades que estão divulgadas, sendo assim, é hora de provar a verdade!

2. Demonstre empatia ao consumidor

Entenda o ponto de vista do cliente! Mostre como vocês compartilham das mesmas dores e estão tentando resolver juntos e posicione-se. De que adianta ter um  slogan marcante como “Todos os tipos de make!”  na sua loja de cosméticos se não tem uma base para peles retintas? É um público muito grande no Brasil e as pessoas que possuem esta coloração de pele tem dificuldades em encontrar bases, corretivos e contornos.

Pense bem: é a chance de especializar-se em um nicho e proporcionar o melhor atendimento, sendo assim, resolva os problemas do seu consumidor através da empatia e pesquisa de mercado e de comportamento para entendê-los melhor. Aliás, o storytelling é uma ótima forma de unir os pilares da empatia e da emoção, pois através dele você conta histórias verdadeiras e aproxima o seu público da parte humana da marca.

3. Expresse emoção

Marketing Humanizado Emoção

Sabe aquela imagem que a empresa é inflexível, inabalável? Esqueça. Os consumidores gostam de “gente como gente” e, acima de tudo, gostam de saber como as coisas realmente acontecem. Sendo assim, não tenha medo de demonstrar que a pandemia pegou sua empresa de surpresa e agora está tudo instável, seja sincero! Explique como era antes, o que está acontecendo durante e sua previsão para o futuro, interaja com seu público e pergunte como eles resolveriam – engaje seu público!

Agora, se aconteceu o oposto, se o movimento e o faturamento aumentaram, por exemplo, agradeça! Mostre como sua empresa dominou o gerenciamento de riscos, se (re)inventou e conseguiu crescer em tempos tão complexos. Além do mais, expresse gratidão e alegria a cada conquista, mas lembre-se de uma coisa: cuidado com a positividade excessiva, aquela que ignora os problemas naturais da vida. Então, se acontecer algo ruim, permita-se expressar tristeza e indignação.

Deixe a linguagem robótica de lado

Como você deve ter percebido em todos os pilares, a questão é a exposição – essa é a chave! Conhece o ditado do momento? “Se você não está na internet não será visto”, e é verdade. Agora, estar na internet e ter uma linguagem extremamente formal não atrai os internautas.

Uma das dicas que damos para você é investir em conteúdo de qualidade. Como assim? Invista num blog para garantir informação, como também faça postagens nas redes sociais com dicas rápidas. Se fizer parte da sua linguagem, compartilhe memes e participe das trends. Lembra quando tinha o Mannequin Challenge? Ou Harlem Shake? Ou o “Olha o Gás!”? Em todos os challenges, famosos e empresas gigantes participaram e, como resultado, conquistaram ainda mais os internautas e aumentaram o engajamento.

Esse lado humano que todo mundo quer conhecer nas empresas. Sendo assim, faça uso desta estratégia e siga as dicas que demos para você.

Gostou do conteúdo? Esperamos que as informações tenham sido muito úteis e inspiradoras para você. Continue acompanhando o blog do Rede Parcerias para sempre estar por dentro de tudo. Então, que tal continuar aprendendo ainda mais sobre o assunto e conhecer tudo sobre o relacionamento com o cliente? Aproveite para ler e descobrir dicas práticas.

Nos vemos no próximo post!

Faça o download desde post inserindo seu e-mail abaixo.