Rede ParceriaBlog.

Tipos de remuneração variável: entenda e saiba aplicar!

A remuneração variável é uma maneira de recompensar o colaborador de uma empresa além da remuneração fixa pelo seu bom desempenho. Benefícios extras como a participação em clubes de vantagens, bônus em dinheiro e experiências em viagens são algumas maneiras de reconhecer o esforço do trabalhador e ainda incentivá-lo.

Alguns tipos de remuneração variável, como ganhos por comissão de vendas e participação nos lucros da empresa, por exemplo, são usados há muitos anos, mas atualmente existem outras formas criativas de recompensar aqueles que mais se destacaram nos seus serviços. Leia o post completo e conheça alguns que podem ser implantados na sua empresa hoje mesmo

Tipos de remuneração variável: o que são?

Como foi dito anteriormente, os tipos de remuneração variável nada mais são do que estratégias humanizadas do ramo de negócios que visam estabelecer uma proximidade na relação entre empregador e empregado

Além disso, são importantes ferramentas para garantir mais qualidade de vida ao trabalhador. Ao ser reconhecido e recompensado pelos seus esforços, ele se sente ainda mais valorizado e, assim, impacta os outros aspectos da sua vida profissional e pessoal.

Se você é dono do seu próprio negócio, primeiramente saiba que as bonificações não devem ser utilizadas de qualquer forma. Elas devem vir acompanhadas de uma comunicação transparente, honestidade e, acima de tudo, humanidade.

Afinal, a remuneração variável não deve ser vista como uma maneira negativa de incentivar o colaborador, e sim como um bônus para garantir que ele se sinta respeitado, valorizado, sabendo que há pessoas que pensam no seu bem-estar. 

5 tipos de remuneração variável para incentivar seu colaborador 

A motivação refere-se ao impulso dado por uma pessoa para levar outra a realizar alguma coisa. Assim, sabemos que a remuneração variável cabe diretamente nesta ação, tendo em vista que faz parte de uma estratégia que visa estimular o colaborador a se desenvolver. 

Agora, confira 5 modelos adotados pelas empresas bem sucedidas e saiba como implementá-las na sua empresa, garantindo como resultado pessoas mais felizes e motivadas a fazer mais por si mesmas e pelo seu negócio. 

1 – Clube de vantagens

O clube de vantagens é uma das principais maneiras que as empresas de grande, médio e pequeno porte encontraram para acompanhar a remuneração fixa do seu colaborador, tendo em vista que hoje em dia existem vários benefícios que pesam pouco no bolso do empresário

Assim, compensa tanto para quem aplica o clube de vantagens quanto para quem recebe. Com o clube de vantagens você auxilia o seu colaborador a comprar mais barato, com mais segurança e praticidade. Se você ainda não possui essa bonificação na sua empresa, aproveite para saber mais detalhes sobre como implantá-la de forma simples e rápida. 

2 – Experiências e viagens 

Essa é uma maneira que vários empresários encontraram para reconhecer o valor e o desempenho dos seus colaboradores. Isso porque oferecer experiências e viagens estimula o lado emocional, que também é muito importante para ter uma vida com mais qualidade e bem-estar. 

Dessa forma, se você tem interesse em estreitar o vínculo com seus funcionários, faça junto ao seu financeiro e RH um levantamento de quais benefícios são mais viáveis e quais deles mais se adequam com o estilo e necessidade dos seus colaboradores.

Como resultado, você será capaz de encantar, estimular e ter uma relação ainda melhor com aqueles que se dedicam na sua empresa durante várias horas do dia.

3 – Remuneração por competências

Já imaginou premiar seus colaboradores conforme cada um se capacita e se especializa na sua área de trabalho? Com certeza é uma maneira muito efetiva de estimulá-los cada vez mais a continuar buscando conhecimento. 

Com isso, você também ganha na diminuição da rotatividade. Isso porque, ao manter os funcionários mais capacitados na sua empresa, cria-se um plano de carreira e eles ainda têm o conhecimento de que podem subir de cargo ao se especializarem. 

4 – Remuneração por função 

Assim como a remuneração por competências, este benefício consiste em garantir um valor diferenciado para aqueles que atuam em cargos com maior nível de exigência e responsabilidade. 

Esse tipo de remuneração é um dos mais comuns entre as empresas de grande porte, tendo em vista que, quanto mais alto um cargo, maior é a necessidade de pessoas especializadas, com responsabilidade e confiança. 

5 – Reconhecimento social

Neste caso, a remuneração não é feita por meio de dinheiro ou benefício, mas também tem grandes benefícios para o empregador e o empregado, tendo em vista que, neste caso, o trabalhador recebe um reconhecimento por meio de agradecimento em público.

Além disso, o dono da empresa pode escrever uma carta ou e-mail de gratificação, oferecer um jantar, entre outros gestos. Esse tipo de remuneração variável consiste mais na aproximação entre as partes e, assim, influencia diretamente na transparência e comunicação. 

Agora que você entendeu o conceito de remuneração variável e conheceu alguns tipos que podem ser aplicados no seu negócio, está mais preparado para otimizar a sua empresa e ter como consequência um empreendimento muito mais agradável e humanizado.

Caso você tenha mais alguma dúvida sobre o tema, entre em contato com a Rede Parcerias pelo nosso WhatsApp. Além disso, compartilhe este post com aquelas pessoas que também estão em busca de melhorar a relação dentro da empresa!

Faça o download desde post inserindo seu e-mail abaixo.

Outros posts