Rede ParceriaBlog.

Programa de indicação de clientes: veja como montar!

Você já ouviu falar de programa de indicação de clientes? Essa prática tem crescido cada dia mais entre empresários que desejam captar novos consumidores e possíveis clientes. Por isso, investem em estruturar um programa realmente interessante que faça pessoas olharem com bons olhos para ele!

O famoso “boca a boca” ainda é uma boa opção para propaganda, no entanto é difícil dimensionar como esse marketing é feito, então diversas empresas procuram alternativas – como o programa de indicação de clientes – para conseguir estabelecer, com força e eficiência, um nome de referência no nicho ao qual faz parte!

Porém, não basta dizer que sua empresa possui um programa de indicação de clientes, sem que ele esteja realmente estabelecido com diretrizes que o façam funcionar! Por isso, é importante compreender como fazer um modelo que realmente funcione e traga benefícios reais para quem irá aderir!

Pensando nisso, nós doa Rede Parcerias desenvolvemos um conteúdo completo para te ajudar a estabelecer passos essenciais para um programa de indicação de clientes que venha – de fato – beneficiar consumidores, além de trazer resultados verdadeiros para o empresário, ou seja, você! Vem com a gente e saia desse post pronto para estruturar o seu!

Programa de indicação de clientes: passos para você fazer o seu!

Existem alguns critérios que precisam ser considerados no momento em que você estiver estruturando o seu programa de indicação de clientes, pois somente assim será possível construir uma estrutura que realmente funcione para quem estiver ofertando e para aqueles que desejarem aderir!

Sendo assim, as dicas que elencamos a seguir traduzem com eficiência aqueles programas que mais tiveram sucesso, já que eles são balizadores de modelos que realmente conseguiram trazer benefícios para o empresário que propôs, assim como apresentaram benefícios verdadeiramente interessantes para possíveis clientes.

Quer ter o mesmo sucesso que as grandes empresas que já estão aderindo a esta estratégia? Acompanhe na sequência e saia desse texto com todas as informações que precisa para montar o seu! Vem com oa Rede Parcerias!

Pesquise os concorrentes

O primeiro passo para estabelecer qualquer programa de indicação para clientes é pesquisar em seus concorrentes quais deles já fazem isso e como fazem! Assim, é possível determinar qual será o diferencial do seu modelo e, com isso, traçar um plano para que o seu programa seja bem mais atrativo que o do seu “oponente”.

Nesse caso, é importante fazer uma pesquisa profunda, que englobe aspectos que você deseja aplicar em seu caso, para que você possa medir se eles realmente funcionam no concorrente e eliminá-los caso não pareçam interessantes. Além disso, é importante também os pontos que deram certo, e reformulá-los para o seu contexto.

Escolha os benefícios

Já pensou que aquilo que pretende oferecer para o seu cliente precisa ser algo realmente interessante? Há empresários que formulam um programa de indicação básico, quase que despercebido, e que acabam não somente não ajudando a trazer novos clientes, mas também a afugentá-los, pois parece que a instituição não se importa de verdade com seus consumidores.

Assim, você pode pensar em descontos, brindes e créditos, ou como muitos estão fazendo, investir em um clube de benefícios que seja realmente atraente! Pense naquilo que você, enquanto consumidor, gostaria de receber de vantagem da empresa que irá comprar. 

Pronto, se colocar no lugar do cliente é realmente uma espécie de fórmula mágica para compreendermos melhor o que é necessário oportunizar em um programa de incentivo! Que tal você fazer esse exercício?

Formule as regras

Tendo escolhido os benefícios e feito uma pesquisa entre seus concorrentes, chegou o momento de elaborar uma cartilha de regras para os clientes poderem aderir os programas de incentivo. Esse passo, se não o mais importante, certamente é um dos mais essenciais, já que ele é responsável por estabelecer como tudo deve funcionar.

Por isso, junto com o seu time de especialistas, pense em uma maneira clara e objetiva de estabelecer as regras do programa, para que tanto a empresa quanto os clientes possam sair beneficiados, sempre de maneira justa e verdadeira, respeitando a necessidade de uma informatividade que conduza – sem dúvidas e questionamentos – a uma eficiente proposta!

Capacite seus funcionários

Sua empresa precisa estar preparada para lidar com essa nova demanda, então é necessário que seus funcionários sejam capacitados para lidar com isso, sem que exista qualquer tipo de dor de cabeça para o cliente e o deixe insatisfeito com o serviço.

Por isso, promova cursos de capacitação, palestras e workshops que deixem seus colaboradores realmente integrados de todo o processo do seu programa de indicação de clientes. 

Assim, além de evitar conflitos com os consumidores, você começa a se estabelecer como uma empresa, que oportuniza um programa de indicação de clientes, realmente engajada e funcional!

Invista em marketing digital

Como você vai divulgar que a sua empresa possui um programa de indicação de clientes, já pensou nisso? Pois é, existem diversas maneiras de facilitar o acesso do público alvo ao seu programa, uma delas – se não a mais evidente – é o marketing digital.

Agências de publicidade e marketing digital são preparadas para pensar estratégias de divulgação que são criativas e conseguem captar o público alvo daquela propaganda. Se você ainda não possui alguém que cuide do marketing da sua empresa, tente contactar uma agência para elaborar um planejamento de divulgação do seu programa de indicação.

Estabeleça metas

Tendo feito isso tudo e com o programa já rodando ativamente, agora é o momento de verificar se ele realmente está trazendo novos clientes! Para isso, é importante um planejamento de metas a serem atingidas, pois assim é possível compreender – passo a passo – o avanço ou não que esse tipo de resultados você está conseguindo.

Administrar as métricas, com números de usuários aderindo, conversão, vendas e cadastros é uma maneira de entender se você realmente está conseguindo mais visibilidade do público ao qual atende, bem como se a implementação de um programa de indicação realmente está trazendo lucro.

4 Dicas infalíveis para você ter sucesso no seu programa de incentivo!

Além dos passos essenciais para montar um bom programa de indicação de clientes, existem dicas super atrativas que podem colocar o seu modelo como um tipo de programa que realmente – de maneira satisfatória – agrade aos consumidores. 

Para isso, nós trouxemos 4 sugestões interessantes que farão do seu programa um modelo infalível para captar clientes que realmente tragam retorno para o seu negócio. Vem conhecer com a Rede Parcerias conhecer essas dicas incríveis!

1. Saiba quando pedir!

Abordar seu cliente e pedir indicações em um momento inoportuno é algo que pode afetar completamente seu relacionamento com ele, pois é totalmente compreensível que o empresário sinta-se forçado a fazer algo que não está preparado, ou que não possui tempo, ou qualquer outra dificuldade pela qual a empresa esteja passando.

Assim, encontre o momento ideal para solicitar a indicação, que pode ser logo após uma pesquisa de satisfação, ou após uma ótima experiência de compra e – ainda – quando você for bem avaliado nas redes sociais. Essas situações facilitam a abordagem, pois naquele momento o cliente está completamente disponível e satisfeito para fazer indicações.

2. Facilite a maneira de indicar!

Facilitar a maneira de fazer indicações é uma grande vantagem, uma vez que o cliente – a qualquer sinal de dificuldade – pode acabar desistindo, afinal de contas, é preciso considerar que ele possui inúmeras outras demandas e que ficar “perdendo” tempo em fazer um indicação pode tomar lugar de algum afazer que ele possua no decorrer do dia.

Assim, você pode pedir para o setor de TI da sua empresa inserir botões de compartilhamento nas redes sociais, ou ainda por meio de aplicativos como WhatsApp e Facebook Messenger, pois eles facilitam o compartilhamento de informações e faz com que o perfil da sua empresa tenha mais engajamento e visualização.

3. Sempre recepcione bem seus consumidores!

Recepcionar bem as indicações é o mínimo que um bom programa de indicação de clientes pode fazer, contudo é importante pensar em uma abordagem mais interessante para aqueles que estão chegando recentemente.

Além disso, você pode usar esse momento para conseguir ainda mais indicações. Como? Bem, é possível dar bonificações e brindes para aqueles clientes que já estão contigo, para que eles atuem mais efetivamente nas indicações, proporcionando uma nova leva de possíveis clientes para a sua empresa.

4. Mostre engajamento nas redes sociais!

Você já ouviu aquela expressão de “quem é visto não é lembrado”? Pois é, mostrar engajamento nas redes sociais é uma das maiores oportunidades que uma empresa pode ter para conseguir mais visualizações e, consequentemente, mais clientes.

Por isso, é importante implantar um bom plano de marketing para o seu programa de indicação de clientes, uma vez que uma publicidade bem feita pode garantir mais acesso a futuros e possíveis consumidores.

Veja sempre as redes sociais como uma aliada para o seu negócio! Invista em um bom plano de gerenciamento e separe uma parte do seu capital para que a divulgação por esses meios aconteça sempre a trazer benefícios e maior engajamento para o seu negócio!

Percebeu como é possível estruturar um bom programa de indicação de clientes com poucos e simples passos? Agora é só colocar a mão na massa e começar a estruturar seu projeto, sempre considerando aquilo que é indispensável, tudo bem?

A Rede Parcerias tem o prazer e vocação de sempre trazer os melhores e mais informativos conteúdos para a sua empresa! Aproveite e confira nosso texto sobre como fidelizar clientes e conseguir muito mais resultados! Te espero por lá, tudo bem?

Faça o download desde post inserindo seu e-mail abaixo.

Outros posts