Rede ParceriaBlog.

Clube de Vantagens: Como ter sucesso na sua estratégia de Relacionamento com Cliente

Clube de Vantagens Como ter sucesso na sua estrategia de Relacionamento com Cliente

Por ser uma estratégia de fidelização em expansão no mercado, é comum que empresas fiquem com dúvidas sobre o papel que o Clube de Vantagens vai desempenhar dentro do seu negócio, ainda mais quando se tem tantas práticas de Relacionamento com o Cliente envolvendo essa ferramenta.

Como qualquer canal de relacionamento com cliente, o Clube de Vantagens também precisa de planejamento estratégico. Embora muitos acreditem que oferecer benefícios em uma página estática dentro do seu site fará o milagre da fidelização, para que o seu clube possa realmente evoluir, é preciso traçar uma estratégia de crescimento, engajar o seu público e buscar novidades.

Ao incorporar um Clube de Vantagens a sua estratégia de relacionamento, é preciso considerar muito mais do que apenas os descontos oferecidos no seu programa de benefícios. Questões como a experiência do usuário e o suporte durante a utilização do seu clube também precisam ser inseridas no seu planejamento.

A falta de planejamento estratégico é uma das razões que muitas empresas não conseguiram impulsionar o relacionamento com o cliente através de um Clube de Vantagens. Com o foco voltado apenas em oferecer descontos aos usuários, muitos Clubes de Vantagens acabam não conseguindo cumprir seu verdadeiro objetivo: Relacionamento.

Confira 3 dicas práticas para ter sucesso e 3 condutas que podem impactar negativamente na sua estratégia. Continue a leitura abaixo!

3 dicas práticas para ter sucesso na sua estratégia de Relacionamento com o Cliente através do Clube de Vantagens

1- Personalize o clube com a sua marca 

Para a estratégia de relacionamento funcionar, o primeiro passo é o seu público identificar que a ação com o Clube de Vantagens está sendo realizada pela sua empresa. 

Faz parte dessa identificação o uso das suas cores, da sua logo, de banners de divulgação que remetam ao seu negócio, de e-mails marketing com a sua marca, entre outros tipos de personalização, como a inclusão de parceiros locais – logo falaremos mais sobre eles.

A personalização cumpre o papel fundamental de criar o laço entre a sua empresa e o usuário, relacionando-se com o seu cliente, associado, assinante ou colaborador através dos benefícios disponibilizados.

2- Parceiros locais são muito importantes

Além de contribuir na personalização do seu clube, como adiantado anteriormente, os parceiros locais são muito importantes para criar ainda mais valor na sua plataforma. 

A comunicação com o seu usuário, nesse caso, acontece do online para o offline e você estará também fisicamente perto dele, através de parcerias que impactarão no seu dia-a-dia. 

Porém, os parceiros locais não estão, necessariamente, perto do seu negócio, mas fazem sentido para o seu público. Se o seu público-alvo são professores, vale tentar parcerias com papelarias, por exemplo.

3- Engajamento para além dos descontos no Relacionamento com Cliente 

Você deve procurar um Clube de Vantagens que ofereça mais do que descontos, mas benefícios REAIS. Parte de uma boa estratégia de relacionamento é gerar valor para o seu público, por isso, você não vai querer entregar vantagens que não são realmente vantajosas, né?

E se desprenda da ideia de que o benefício está apenas em uma plataforma de descontos. Você pode entregar muito mais pelos mesmos custos. Gamificação, sorteios, brindes e gratuidades podem fazer uma grande diferença no relacionamento com o seu público, gerando fidelidade e retenção.

Condutas que podem ter um impacto negativo na sua estratégia

1- Cobrar qualquer tipo de comissão dos parceiros do seu Clube de Vantagens

Esta é uma questão bastante polêmica quando se trata de Clubes de Vantagens.

É importante ter em mente que a prioridade de qualquer clube ou programa de fidelidade sempre deve ser oferecer o melhor benefício possível para os seus usuários, o que é muito mais complicado de negociar quando o parceiro precisa fazer um investimento financeiro na parceria.

De modo geral, para conseguir comissionar o Clube de Vantagens, a maior parte das marcas precisa diminuir o valor do desconto oferecido e, no final do dia, um benefício de valor menor talvez não consiga gerar nos usuários o interesse que você espera.

Quando você investe em um clube cuja a prioridade é sempre o melhor benefício, as chances da sua plataforma ser um sucesso são muito maiores do que se você focar em ser comissionado pelos seus parceiros.

2- Não oferecer suporte ao usuário durante a utilização do seu clube

O Clube de Vantagens é uma estratégia para manter o bom relacionamento com o cliente, ou seja, é muito importante que você esteja sempre atento a experiência do seu cliente ao utilizá-lo.

Verifique se os seus usuários estão realmente recebendo os benefícios acordados e quais são as suas maiores dificuldades ao interagir com a sua plataforma. Ele consegue resgatar o benefício com facilidade? O desconto realmente está sendo aplicado?

Um erro recorrente na maior parte dos clubes, é deixar sob a responsabilidade do usuário resolver qualquer tipo de problema diretamente com os parceiros do seu Clube de Benefícios.

Esse tipo de atitude faz com que o cliente se sinta negligenciado pela empresa, o que não prejudica apenas a sua relação, mas também impacta na sua decisão de continuar ou não negociando com a mesma.

Uma vez que você consegue criar um diálogo com o seu público e se mostra interessado em oferecer um Clube de Vantagens com benefícios reais, onde ele consiga sentir que você realmente está preocupado em oferecer um serviço diferenciado, o relacionamento cliente-empresa é fortalecido e o seu clube cumpriu o seu papel.

3- Cobrar assinatura dos seus usuários para utilizarem o seu Clube de Benefícios

A ideia por trás de ter um Clube de Vantagens é ter um diferencial para oferecer ao seu público.

O clube é o ponto da sua negociação em que você mostra para o seu cliente que está interessado em oferecer o melhor serviço combinado com os melhores benefícios.

Quando você escolhe cobrar um valor substancial para que o usuário possa utilizar a sua plataforma, toda a ideia de “benefício” cai por terra e você passa a oferecer o seu Clube de Vantagens como mais um serviço extra.

Na conta final, para um usuário, não é relevante contratar um serviço em que ele terá que investir qualquer valor para poder resgatar alguns benefícios oferecidos pela sua empresa.

Sendo assim, é muito importante ter o entendimento de que o clube de vantagens vem como um meio de agregar valor ao seu negócio e não como um adicional a ser vendido dentro da negociação.

Entendendo o Clube de Vantagens como uma estratégia criada para agregar valor e relacionamento para o seu produto ou serviço, dar o próximo passo na fidelização do cliente fica ainda mais fácil.

Quer investir em um Clube de Vantagens com benefícios reais?

Conheça o Rede Parcerias! Somos uma plataforma White Label, totalmente personalizável com a sua marca, com benefícios exclusivos, gratuitos, sorteios mensais e muito mais. 

Faça o download desde post inserindo seu e-mail abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.