Rede ParceriaBlog.

Checklist Rede Parcerias: campanhas de incentivo para funcionários!

Arte gráfica com uma pessoa segurando um troféu

Uma campanha de incentivo é uma estratégia – com base no marketing de engajamento – que vem sendo muito utilizada por empresários. Ela tem a finalidade de proporcionar benefícios para a equipe, de forma que os funcionários fiquem mais motivados e engajados para executar as diversas tarefas que possuem no decorrer do dia a dia.

Contudo, ela não tem como finalidade somente o engajamento, mas também é usada para melhorar as métricas de vendas de uma empresa, uma vez que colaboradores motivados tendem a ter muito mais desempenho. Assim, ela é uma ótima forma de fazer com que a empresa e os funcionários caminhem juntos em uma trilha de sucesso mútuo!

Porém, você sabe como estruturar uma campanha de incentivo para o seu time de colaboradores? Pois, é! Ela possui diversas etapas que precisam ser respeitadas para que todo o planejamento seja desenvolvido de maneira satisfatória e realmente traga ganhos efetivos.

Pensando nisso, nós do Rede Parcerias desenvolvemos um checklist super informacional que vai te ajudar a montar uma campanha que atenda as necessidades do seu contexto empresarial. Quer ficar por dentro de todos os passos sobre como elaborar uma campanha de incentivos eficiente? Continue rolando a página e confira na sequência!

Campanha de incentivo: por onde começar?

Toda campanha de incentivos que traz bons resultados está vinculada a escolha de uma temática que seja interessante, pois ela servirá de norte para os próximos passos. Assim, uma ótima estratégia é o que chamamos de brainstorming.

O brainstorming – em inglês – significa “tempestade de ideias” e, muito mais do que compreender o que o coletivo entende sobre determinado tema, também funciona como uma ótima atitude de engajamento criativo, levando as pessoas a desafiarem-se quanto a novas ideias e possibilidades.

Grupo de pessoas sorrindo batendo a mão juntas

Para isso, desenvolver uma proposta de brainstorming com sua equipe requer respeitar certos passos. Assim, além de compartilhar ideias e experiências diferentes e inovadoras, é possível conhecer um pouco mais sobre o que cada um pensa e considerar aquilo que realmente seja possível de ser desenvolvido!

Os 3 pilares que balizam o brainstorming são: rejeição a críticas, inclusão de propostas criativas e o volume expressivo de ideias. Cada uma refere-se a uma parte importante e extremamente essencial para fazer com que essa técnica aconteça com qualidade. Assim, cada uma delas significam:

Rejeição a críticas

Certamente é a regra mais importante, já que na técnica de brainstorming não há o princípio do julgamento, ou seja, cada ideia é bem-vinda e nenhuma é considerada absurda ou errada.Em princípio, o conceito é realmente formar uma grande nuvem de ideias e – somente após – selecionar aquelas que mais se encaixam ao contexto da campanha.O desrespeito a essa regra faz com que os funcionário sintam-se menos capazes de opinar, já que não se sentem incluídos na decisão por considerarem que suas ideias não serão ouvidas;

Propostas criativas

Sem preconceitos e medos, essa regra leva os funcionários a sentirem-se realmente integrados no processo de escolha. Assim, além de fomentar a participação dos seus colaboradores, incentivar ideias criativas dá abertura a novas possibilidades, aumentando – de fato – o caráter inovador das propostas levantadas em um brainstorming que realmente dê certo;

Volume expressivo de ideias

Tendo levantado todas as ideias – com base na criação de um ambiente seguro e sem pré-julgamentos para seus funcionários – é possível averiguar, em meio a infinitas possibilidades, quais delas podem ser aplicadas, considerando a realidade da empresa.

Assim, a ideia é justamente a seguinte: quanto mais ideias surgem maior a possibilidade de ótimas propostas. Nesse caso, quantidade leva a qualidade, tudo bem?

É por meio de um brainstorming de qualidade que é possível definir qual temática irá nortear a sua campanha de incentivo para funcionários. Pense o seguinte, não é possível elaborar um plano de engajamento que faça sentido sem ouvir quem será beneficiado, concorda? Por isso, ouvir sua equipe é essencial para que a campanha tenha sucesso!

Quais as etapas de uma campanha de incentivo?

Um ótimo exemplo de campanha de incentivo para os funcionários que deu certo e trouxe ótimos resultados foi a “Eu mereço um upgrade” da Magazine Luiza, que aconteceu no início de 2017, e tinha como objetivo impulsionar as vendas de aparelhos tecnológicos e de informática.

Como compreender a área da informática requer um certo domínio da língua inglesa, os funcionários foram incentivados a fazerem cursos de inglês, para incluir qualificações e características mais singulares dos itens no momento da venda e, assim, demonstrar domínio e conhecimento real sobre a área.

Mulher sendo reconhecida em seu trabalho em uma sala de reunião

Além disso, para aqueles clientes que fizessem compras acima de 500,00 reais, foi oferecida a oportunidade de participar de uma seleção para concorrer a um intercâmbio estudantil em Toronto ou Londres.

Resultado? O impulsionamento nas vendas foi super significativo e os funcionários conseguiram não somente bater metas, mas também crescer profissionalmente. Ademais, os clientes demonstraram muita satisfação no atendimento, já que se sentiram mais confortáveis em comprar com pessoas que realmente entendiam do assunto.

Todas as campanhas de sucesso – incluindo essa da Magazine Luiza – foram desenvolvidas considerando 3 partes fundamentais. Elas são identificadas como: planejamento, briefing e definição dos participantes. Confira logo abaixo a definição de cada uma delas.

Planejamento

Como é possível realizar qualquer ação empresarial de qualidade e eficiente sem planejamento? Não é possível, concorda? O mesmo vale para as campanhas de incentivo. Por isso, antes de qualquer atitude é preciso planejar!

Assim, esse é o momento de definir as bases da sua campanha de incentivo. Considere todas as possibilidades de erros e acertos durante a campanha. Trace estratégias para contornar qualquer problema de desenvolvimento e tenha uma equipe responsável pelo gerenciamento das atividades.

Durante o processo de planejamento – incluindo o brainstorming – ouça seus funcionários. Ninguém melhor do que eles para compreender aquilo que funciona na prática, ajudar a definir o perfil dos clientes que a empresa possui e dar dicas de quais ações mais funcionam.

Feito isso, agora é possível delimitar as metas que sua equipe de vendas terá que cumprir para atingir os objetivos e conseguir a premiação ao final da campanha. Ah, é muito importante definir um prêmio interessante e que engaje seus colaboradores. Não esqueça que o regulamento precisa estar muito claro, sem possibilidade de abertura a outras interpretações.

Incluir no momento do planejamento uma boa pesquisa de mercado também pode te ajudar a compreender como outras empresas estão aplicando programas de incentivo!

Briefing

Hoje estamos cheios de termos em inglês, não é mesmo? Mas é bastante fácil compreender o que significa briefing. Em inglês, a palavra realmente significa “instruções” e em português também quer dizer o mesmo.

Assim, definir o briefing da sua campanha significa estruturar um roteiro de informações sobre a ação. Para isso, vá até seu planejamento e selecione as informações mais importantes e as coloque no seu briefing.

Um briefing bem estruturado é aquele que prioriza a clareza e objetividade das informações. Assim, ao invés de escrever textos longos e corridos sobre a campanha, prefira uma estrutura em tópicos, em formato enumerado.

Participantes

Filtrar quem irá participar da campanha é essencial para o bom andamento do planejamento. Assim, lá no briefing, é preciso deixar bastante claro quem são as pessoas que podem participar e não abrir exceções para demais interessados.

A não abertura para determinado setor – por exemplo – não significa uma exclusão de uma camada de funcionários, mas sim uma seleção estratégica para conseguir resultados significativos. Se sua campanha estiver focada no time de vendas, é importante que os demais setores ,como almoxarifado e financeiro, estejam fora de foco em um primeiro momento.

Porém, outras campanhas de incentivo podem ser elaboradas pensando nessa categoria de colaboradores. É importante haver uma democratização das campanhas, para que não seja gerado insatisfação e desentendimentos entre colegas de trabalho.

Uma ótima forma de engajar seus funcionários é investir em um clube de benefícios. Aqui no blog do Rede Parcerias nós te explicamos o que é essa forma incrível de motivação e te ensinamos a como aplicar na sua empresa. Dê uma pulinho por lá e confira o que separamos para você!

Como conduzir uma campanha de incentivos aos funcionários?

Tendo feito todo o planejamento de sua campanha de incentivo aos funcionários, agora é preciso conduzi-la para o sucesso. Por isso, adotar certas posturas torna-se muito importante para que ela atinja os objetivos – e de maneira satisfatória.

Não desvie do planejamento

Planejamento é feito para ser seguido, não é mesmo? Ele funciona como um GPS que norteará a campanha para que ela tenha sucesso. Assim, desviar do percurso – assim como em uma viagem – pode fazer com que a chegada demore mais, ou os caminhos pelos quais você irá percorrer seja mais dificultoso, cheios de pedregulhos e desvios longos.

Isso funciona do mesmo jeito em sua campanha de incentivo aos funcionários. Desviar do que foi definido no planejamento e não respeitar o briefing, além de gerar muito desconforto entre seus colaboradores, fazendo com que eles não sintam firmeza na proposta, também demonstra que a campanha não tem credibilidade.

Por isso, é muito importante lá no momento do planejamento – como já mencionamos – considerar todas as possibilidades de adversidades que possam surgir. Uma boa estratégia de previsibilidade é essencial para construir uma resolução prática de possíveis problemas.

Pense a longo prazo

É nesse momento que muitas campanhas de incentivo tendem a dar errado. Por isso, estabelecer um panorama geral, em uma visão horizontal das etapas do planejamento e dos dados é essencial para dar uma boa visão do que está ocorrendo ou irá acontecer.

Como assim? De maneira mais simplificada, estabeleça uma campanha anual ou semestral, que possibilite – durante o desenvolvimento – visualizar os dados de maneira mensal ou quinzenal.

Além de garantir um gerenciamento do que está acontecendo agora, essa atitude também dá abertura para fazer previsões sobre como acontecerão etapas futuras e ir aparando as arestas até que a campanha fique “redondinha”.

Mas calma lá, você deve estar pensando: mas na primeira dica não é possível alterar o planejamento. Bem, alterar o planejamento está mais vinculado a fazer grandes mudanças, enquanto “aparar as arestas” quer dizer fazer um refinamento de atitudes já pré-estabelecidas.

Informe os resultados

Incluir – de fato – seus funcionários na campanha de incentivo é deixar que ele acompanhe de perto todos os passos que integram o processo. Isso quer dizer que você deve informar os resultados sempre que possível.

O ideal é estabelecer um parâmetro – semanal – de informes. Ele pode ser feito por e-mail, memorando ou até mesmo colocado em quadro de avisos para que todos do setor tenham conhecimento dos dados.

Fortaleça a campanha

Fortalecer qualquer tipo de campanha requer um trabalho de liderança ativo. Como assim? Além de investir em marketing, expondo nas redes sociais, blogs, sites e demais canais, você também precisa motivar a equipe diariamente.

Para isso, conte com os líderes de cada setor. Se for possível, faça reconhecimentos semanais ou quinzenais como, por exemplo, “vendedor destaque”. Além disso, quando a situação aperta e você percebe que não está tendo tantos resultados como imaginava, é nessa hora que o engajamento precisa ser ainda maior.

Qualquer tipo de campanha tem seus percalços, pois depende de uma série de fatores externos que não se relacionam – necessariamente – ao gerenciamento de uma equipe ou do engajamento dos funcionários, como fluxo de mercado, aumento nos valores de insumos e demais fatores.

Contudo, para além dessas questões – que não estão ao alcance de qualquer empresário – deve estar o foco em um objetivo em comum que, nesse caso, é o engajamento de funcionários para que a empresa possa crescer em todos os âmbitos.

Gostando de nosso conteúdo? Aqui no blog do Rede Parcerias nós sempre abordamos diversos temas interessantes, de forma instrutiva, sobre o universo empresarial. Continue conosco! Aproveite e venha ler nosso texto sobre como montar um programa de indicação de clientes e saiba como impulsionar ainda mais o seu negócio para o sucesso!

Faça o download desde post inserindo seu e-mail abaixo.

Outros posts