Rede ParceriaBlog.

Como aplicar a estratégia de benefícios flexíveis para os colaboradores?

Ilustração de gestores resolvendo crises

Em tempos em que o que faz diferença não é mais somente os valores empregados em produtos e serviços, mas sim a maneira como essas propostas são oferecidas, manter bons funcionários na empresa se tornou algo essencial para ter bons resultados. É nesse sentido que o endomarketing trabalha, buscando meios de cativar o colaborador e mantê-lo sempre motivado.

Promoções, plano de carreira e incentivos são ótimas maneiras de fazer com que o funcionário permaneça. Dentre eles, empregar benefícios flexíveis para os colaboradores também faz com que ele se sinta parte integrante da empresa e perceba a valorização que julga merecer!

Você sabe o que são benefícios flexíveis para colaboradores e como usá-los a favor do seu negócio como uma ótima ferramenta de marketing de incentivo? Fica tranquilo(a)! Nós do Rede Parcerias estamos aqui para te ajudar!

Foi por isso que elaboramos um conteúdo completo explicando o que são benefícios para colaboradores e como usá-los dentro da sua empresa – por meio de um clube de benefícios – para conseguir manter talentos em potencial sempre engajados. Continue rolando a página e entenda mais!

Como funcionam os benefícios flexíveis?

De maneira bastante objetiva, benefícios flexíveis para os colaboradores consistem em um aglomerado de benefícios personalizados que a empresa oferece aos seus funcionários considerando a identidade, preferência e gosto de cada um.

É uma forma de demonstrar aos colaboradores que a corporação se preocupa com a individualidade de cada um e entende que ela também é um fator que caracteriza a própria empresa.

Assim, é possível dar oportunidade aos funcionários de ter voz ativa dentro das decisões do seu negócio – sempre de maneira adequada – e permitir que eles possam estar cada vez mais envolvidos e motivados a permanecer dando bons resultados.

Por meio de uma flexibilidade interessante, eles escolhem aquelas vantagens que são mais condizentes com o que desejam no momento ou julgam ter mais a ver com suas preferências.

Qual a vantagem de ter benefícios flexíveis para os colaboradores na empresa?

Plano de saúde, previdência privada, bolsas de estudo, presentes em datas comemorativas e muitas outras atitudes podem ser empregadas dentro dos benefícios flexíveis para os colaboradores do clube de vantagens que a sua empresa possui!

Mas você deve estar se perguntando: qual o retorno que minha empresa terá com isso? Na verdade, as vantagens são inúmeras, a começar por ter ao invés de “simples funcionários” um time de aliados motivados e engajados, tendo em vista que eles se sentem parte integrante do negócio e não meras engrenagens de uma máquina.

Além disso, o ganho de produtividade é surpreendente, pois leva o funcionário a querer continuar usufruindo dos benefícios. Outro fator muito importante é que eles se sentem bem dentro da organização, com autoestima em dia, já que veem – de fato – a valorização de seu trabalho pelos gestores.

Tudo bem, até aqui faz sentido ter um clube de vantagens para colaboradores, mas o que flexibilizar as vantagens tem a ver com isso? Bem, ao flexibilizar a escolha você está dizendo para o funcionário “aqui dentro você tem opinião e ela é ouvida”, demonstrando que a instituição se preocupa com o ponto de vista dele.

Uma das grandes causas de evasão de talentos é justamente a falta de pertencimento com a empresa. Eles não se sentem parte de algo maior, mas sim como peças de um tabuleiro, que são movimentadas e não possuem direito de opinar. Conseguiu entender onde quero chegar?

Empregar benefícios flexíveis demonstra ao colaborador que ali não é somente o ambiente de trabalho, mas sim um local com o qual ele pode se identificar, sentir-se orgulhoso pelo o que faz e compartilhar livremente sua opinião sem ser censurado – claro que tudo isso com base em parâmetros hierárquicos.

Contudo, empregar benefícios flexíveis para os colaboradores não consiste em oferecer aquilo que ele quer a todo custo. Na verdade, mesmo que você ofereça oportunidade de escolha dentro de um catálogo de produtos, todos eles devem possuir valores equivalentes!

Ou seja? Um funcionário não pode ser privilegiado em detrimento de outro! Os princípios dos benefícios flexíveis para os colaboradores devem ser a democracia e igualdade empresarial, demonstrando que todos possuem direitos iguais.

Realização de metas trabalho em equipe

Como aplicar os benefícios flexíveis para colaboradores?

Antes de divulgar aos funcionários que a empresa está aplicando uma política mais atenta às escolhas de bonificações e benefícios empregados, é necessário seguir alguns passos essenciais para que os benefícios flexíveis funcionem de maneira adequada, democrática e realmente eficiente!

Por isso, o Rede Parcerias consultou seu time de especialistas e montou um guia com atitudes que você deve ter para montar um pacote de vantagens maleáveis que funcione! Continue com a gente e entenda tudo na sequência!

Planejamento estratégico

Antes de qualquer atitude estratégica dentro de uma empresa, o planejamento deve vir em primeiro lugar. Sem planejamento é possível que a estratégia não funcione – ou pior, que traga perdas significativas para o negócio.

Com os benefícios flexíveis isso também se aplica! É preciso, antes de tudo, definir um calendário de premiações, que pode ter a ver com datas comemorativas como aniversário dos colaboradores, natal, dia das mães e pais. Contudo, é preciso definir em que momento a empresa irá divulgar os benefícios e deixar disponíveis para o funcionário.

Além disso, é preciso escolher um clube de vantagens que seja realmente atrativo, com boas oportunidades de escolha e com produtos que realmente sejam desejados pelos funcionários. É o que iremos tratar no próximo tópico, vem ver!

Clube de benefícios atrativo

Entrar em contato com fornecedores, negociar valores de produtos e escolher os mais adequados para o perfil de funcionários da sua empresa demanda tempo e esforço. Por isso, hoje existem empresas que fazem todo esse trabalho sem que você tenha que ficar preocupado.

Responsável por selecionar os itens mais adequados para o perfil de funcionário que você possui, o clube de benefícios que você selecionou precisa realmente contar com ótimos produtos, do contrário, ao invés de cativar o funcionário, você irá afastá-lo, tendo em vista que ele pode ter se decepcionado com as bonificações que recebeu.

Por isso, ela deve atuar nivelando perfis. Por exemplo, se você possui uma empresa em que a grande maioria das mulheres são mães, ofertar produtos para esse tipo de persona em uma data comemorativa específica não é só adequado, como também dá muito certo dentro de uma campanha de engajamento.

Diferente, por exemplo, de quando a grande maioria dos funcionários são jovens, entre 20 à 28 anos, e possuem gosto por assuntos da modernidade, como tecnologia, artes e mídias sociais. Nesse caso, vale a pena investir em vantagens relacionadas a esse nicho, como entradas para shows, estreia de filmes, voucher de livrarias, dentre outros.

Contudo, é preciso que tudo isso seja divulgado dentro e fora da empresa, usando a iniciativa também como marketing. Para isso, é preciso de uma comunicação realmente efetiva e que capture seus colaboradores, é nesse momento que o marketing de engajamento entra em ação.

Marketing de engajamento

A equipe de marketing de uma empresa trabalha com ferramentas de impulsionamento, que podem ser muito bem aproveitadas também no caso da implementação de benefícios flexíveis para os colaboradores.

No marketing interno, por exemplo, é possível trabalhar com envio de e-mails, divulgação por aplicativos e programas próprios, valorizando a imagem do funcionário, por meio de uma linguagem acolhedora, que demonstra empatia e reconhecimento por parte de todos da empresa, inclusive dos gestores.

Já no marketing externo, o trabalho pode ser voltado para as redes sociais, sites, blogs e demais ferramentas. Nesse caso, vale a pena continuar investindo no mesmo tipo de linguagem, mas também incluindo uma atenção para a atitude e imagem da empresa, demonstrando que ela é um bom lugar para se trabalhar, que investe nos funcionários de forma humanizada.

Agora que você já sabe os aspectos fundamentais a serem adotados antes de colocar os benefícios flexíveis em prática, vale a pena conhecer um pouquinho sobre quais deles você pode implementar no seu clube de benefícios. Vem entender com a gente!

7 tipos de benefícios flexíveis para os colaboradores!

Dos mais tradicionais aos mais diversificados, existem vários tipos de benefícios flexíveis para os colaboradores que você pode implementar na sua empresa para promover a valorização e motivação dos funcionários.

Pensando nisso, nós elegemos 7 exemplos vistos como os mais queridos e requisitados entre colaboradores! Vem conhecê-los e entender como podem ajudar a manter seus talentos sempre do seu lado.

1 – Plano de saúde

Um dos mais procurados entre os funcionários quando vão escolher entre uma empresa ou outra, o plano de saúde costuma ser um dos mais tradicionais benefícios ofertados, sobretudo por normalmente custarem mais ao colaborador. Além disso, também são uma forma de cuidar da saúde do funcionário, o que leva à redução de índices de absenteísmo e presenteísmo.

2 – Plano odontológico

Da mesma forma que o plano de saúde, o plano dentário também é um benefício interessante que normalmente é ofertado pelas empresas. Contudo, diferente do exemplo anterior, ele pode não ser uma opção plausível para todos os funcionários, o que faz sentido ser ofertado com flexibilidade.

3 – Previdência privada

Um ótimo exemplo de benefício flexível que é versátil e democrático é a oferta de previdência privada aos funcionários. Como uma maneira de demonstrar preocupação com o futuro financeiro, a opção pode ser oferecida a colaboradores de todas as idades que queiram investir em uma aposentadoria mais estável.

4 – Auxílio-creche

O auxílio-creche é outro ótimo exemplo de benefício que vale a pena ser ofertado de maneira flexível, pois pessoas que não possuem filhos podem abrir mão. Contudo, para aqueles que possuem, acaba sendo uma maneira de deixá-los tranquilos e focados no trabalho, considerando que haverá condições de deixar os pequenos em segurança e bem cuidados.

5 – Vale-borracha

O vale-borracha nada mais é que um incentivo para aquelas pessoas que fazem uso de transporte para ir ao trabalho. Diferente do vale-transporte – recurso amparado por lei – o vale-borracha é uma vantagem até mesmo para quem não possui carro, mas faz uso de aplicativos de locomoção, como Uber e 99.

6 – Vale-cultura

Lembra quando falamos das empresas que possuem funcionários com preferência por assuntos ligados à cultura, arte e música? O vale-cultura diz respeito a isso! Você não precisa necessariamente oportunizar a vantagem em valor mensal, mas pode incluir por meio de um clube de vantagens atraente, de maneira esporádica ou em datas comemorativas.

7 – Bolsas de estudos

Incentivar o aperfeiçoamento profissional também é uma das formas que mais leva o funcionário a permanecer na empresa. Graduação, pós-graduação e cursos de aperfeiçoamento podem ser ofertados, de maneira acordada com o funcionário, deixando a cargo da empresa um percentual de pagamento do curso escolhido.

É bastante coisa, concorda? Contudo, o que realmente importa é que você chegou até aqui por estar buscando meios de impulsionar ainda mais o seu negócio, e entendeu que isso começa de dentro, mantendo talentos promissores sempre ao seu lado como excelentes aliados.

Gostou do conteúdo? Aqui no blog do Rede Parcerias nós trazemos informações semanais, sempre buscando abordar os mais relevantes temas do universo empresarial.

Continue conosco! Aproveite e faça a leitura do nosso texto exclusivo sobre onboarding, compreenda o conceito e saiba como aplicá-lo para deixar seu funcionário ainda mais ambientado dentro da empresa! Te vejo no próximo post!

Faça o download desde post inserindo seu e-mail abaixo.